Mulher deixa filho de 4 meses no carro para ir ao banco no Rio

Pedestre ouviu criança chorar e avisou um PM, que procurou pela mãe, mas não a encontrou; bebê passa bem

Clarissa Thomé, O Estado de S.Paulo

15 de janeiro de 2009 | 21h37

Uma mulher foi encaminhada à delegacia por deixar o filho de quatro meses no banco traseiro do carro, enquanto ia ao banco, em Jacarepaguá, na zona oeste. Ela estava acompanhada da mãe, e levava outras duas crianças - o filho mais velho, de 4 anos, e o irmão gêmeo do bebê.   Uma pessoa que passava pela rua ouviu o choro da criança e chamou um policial militar. De acordo com informações do 18.º Batalhão da PM (Jacarepaguá), o policial procurou pela mulher por cerca de 30 minutos e chegou a entrar em estabelecimentos comerciais.   Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada e constatou que o bebê tinha sinal de desnutrição. A criança foi encaminhada para o Hospital Lourenço Jorge e liberada em seguida, depois que médicos atestaram que ela "está bem clinicamente".   Na 32.ª Delegacia de Polícia (Taquara), a mulher disse que pediu para um conhecido olhar a criança no carro, enquanto ia ao banco. Mas a pessoa teria se afastado, sem avisá-la. A mulher foi autuada e responderá em liberdade por exposição de incapaz ao perigo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.