Mulher descobre no velório que marido ainda está vivo

A auxiliar de limpeza Maria Ilda Oliveira, de 52 anos, levou um grande susto no final de semana, em Jundiaí. Ligaram do Hospital São Vicente de Paulo avisando que o seu marido, José Hilário de Oliveira, estava morto, e ela precisava cuidar do velório. Depois de tudo pronto, na hora dos arranjos do caixão, no Serviço Funerário, a mulher viu que o morto não era o seu marido. A auxiliar de limpeza procurou o hospital e descobriu que seu marido ainda está vivo e continua internado no hospital. O morto verdadeiro é José Francisco Hilário, e o Pronto Socorro acabou fazendo confusão com os nomes.Maria procurou o delegado José Roberto Ferraz para dar queixa na polícia, porque agora terá de cancelar o Atestado de Óbito assinado pelo médico Alexandre Maroilli Ayello. A assessoria de imprensa do Hospital São Vicente informou que "houve falha humana, devido a homônimos, e foi aberta uma sindicância para apurar responsabilidades". O autor do erro, diz a assessoria, será punido.

Agencia Estado,

04 de março de 2002 | 16h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.