Mulher é assassinada a 200m da casa de Serra

A Rua Antonio de Gouveia Giudice, no Alto de Pinheiros, zona oeste, onde o governador José Serra (PSDB) tem uma casa, foi palco de um latrocínio às 14h de ontem. Uma mulher não identificada foi baleada duas vezes na cabeça por dois assaltantes. Segundo a polícia, os criminosos roubaram a bolsa dela e fugiram numa moto azul. A vítima foi internada em estado grave no Hospital Panamericano e morreu pouco depois.De acordo com a Polícia Civil, a mulher caminhava pela calçada quando dois motoqueiros chegaram. O assaltante que estava na garupa anunciou o assalto e exigiu a bolsa dela. A vítima resistiu em entregar. O ladrão atirou duas vezes.O crime aconteceu na frente do número 418, a menos de 200 metros da casa de Serra. O caso foi registrado no 14º DP (Pinheiros). Testemunhas contaram à polícia que o autor dos disparos não usava capacete, vestia camisa branca com listra azul e calça jeans. Ele é pardo, tem cerca de 1,70m e cabelos castanhos escuros. O piloto da moto estava de capacete.O delegado titular do 14º DP, Francisco Missaci, tentava até as 19h30 de ontem identificar a vítima. Ele afirmou que os ladrões levaram a bolsa com todos os documentos da mulher. Ela era branca, de cabelos loiros, lisos, na altura dos ombros e aparentava ter 40 anos.Policiais do 14º DP analisaram as fitas do circuito interno de imóveis vizinhos, mas as imagens não captaram o crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.