Mulher é atingida por bala perdida dentro de hospital no Rio

Uma mulher de 80 anos foi atingida de raspão no braço direito, por uma bala perdida, no quarto onde estava internada na Clínica Sorocaba, em Botafogo, na zona sul do Rio, no dia 21. De acordo com a polícia, o disparo partiu de um prédio vizinho, próximo do Morro Dona Marta. O caso foi divulgado uma semana depois do registro policial a pedido da família da vítima, Elza Freitas Rohr. ?Pode ter sido um disparo acidental feito por alguém que limpava a arma ou brincava com a pistola, mas não descarto a hipótese de a clínica ter sido alvejada?, disse o delegado Eduardo Baptista Filho. Desde o início do mês, 29 pessoas foram atingidas por balas perdidas no Estado do Rio - no total, houve sete mortes. Elza foi atingida às 15h50, quando estava deitada na cama conversando com um parente. A bala - de uma pistola calibre 9mm - atravessou o vidro da janela do quarto no 5º andar, feriu superficialmente o braço da idosa e fez um buraco na parede. Ela permanece na clínica, mas foi transferida de andar. A perícia foi feita no mesmo dia e deverá ficar pronta até a próxima semana.EstudanteAtingida por bala perdida, a estudante Camila Lima, de 20 anos, que ficou tetraplégica em 1998, apresenta melhoras após implante de células-tronco. A família, com dívida da cirurgia anterior, fará campanha para arrecadar R$ 9 mil para o tratamento. O site conta essa história. Colaborou Clarissa Thomé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.