Reprodução Google Street View
Reprodução Google Street View

Mulher baleada durante blitz em Duque de Caxias tem morte cerebral

Conduta do policial militar está sendo investigada pela Corregedoria da polícia

Marcio Dolzan e Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

21 Agosto 2018 | 11h13
Atualizado 22 Agosto 2018 | 16h09

A costureira Vânia Silva Tibúrcio, de 36 anos, baleada por policiais militares durante a noite desta segunda-feira, 20, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, teve morte cerebral confirmada pela prefeitura de Caxias na tarde desta terça, 21.

Ela estava internada no Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, onde chegou em estado grave e com uma bala alojada na base do crânio.

Vânia trafegava de carro com o marido, Carlos Alberto Lopes,  quando foi baleada no pescoço por um policial militar que trabalhava em uma blitz. A conduta do PM está sendo investigada pela Corregedoria da polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.