Mulher é executada na porta de casa em SP

Policiais da Delegacia do Jardim Miriam, na zona sul da capital paulista, ainda não possuem pistas sobre o que teria motivado o assassinato da doméstica Maria Aparecida de Oliveira, de 31 anos, morta com vários tiros no pescoço, nas costas e braços, por volta das 21h30 da noite deste sábado, em frente à própria residência, localizada na Rua Frei Lourenço de Alcântara, nº 166, em Vila Missionária, região da Pedreira. Morando apenas com os filhos e atualmente sem serviço, Aparecida foi surpreendida na noite de ontem por atiradores.Os filhos dela não estavam em casa no momento do crime e nenhuma testemunha quis prestar depoimento no 98º Distrito Policial para contar ao delegado quantos eram ou quem eram os assassinos. Após escutarem os tiros, vizinhos encontraram a mulher caída na calçada e encaminharam-na ao Pronto-socorro Pedreira, onde a doméstica já teria chegado morta. A polícia acredita em crime de vingança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.