Mulher é presa depois de dopar seus três filhos no sul de Minas Gerais

Crianças disseram que mãe os obrigou a ingerir Diazepam, remédio para tratar ansiedade

Marcela Bourroul Gonsalves, estadão.com.br

22 Agosto 2011 | 17h00

SÃO PAULO - Uma mulher de 29 anos foi detida na noite deste domingo, 21, por dopar seus três filhos antes de sair de casa na cidade de Areado, sul de Minas Gerais. A polícia foi acionada após seu marido suspeitar do estado em que as crianças - de 4, 9, e 11 anos - se encontravam.

Ele chegou em casa um pouco mais cedo que o habitual, por volta das 23h, e as crianças estavam sozinhas. Ao perguntar pela esposa, estranhou o comportamento dos três filhos. Logo depois, eles relataram que a mãe havia batido neles e os obrigado a ingerir Diazepam, um medicamento usado principalmente para tratar a ansiedade.

Segundo a Polícia Militar, a mulher foi encontrada na casa de um amigo, próximo à sua residência. Ela foi presa e, inicialmente assumiu que tinha dopado as crianças. Depois, na delegacia, ela negou qualquer acusação e foi liberada. Ela responderá ao processo em liberdade.

Nesta segunda-feira, as crianças seguiam em observação no hospital. Um laudo médico preliminar apontou que elas estavam com problemas de coordenação motora quando chegaram ao local. A confirmação sobre a ingestão do medicamento, porém, só será confirmada com um laudo médico mais detalhado que deve sair nos próximos dias. A polícia irá investigar o caso.

Mais conteúdo sobre:
Prisão Diazepam Polícia Militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.