Mulher é presa por matar companheira por causa de DVD no Ceará

Motivação do crime seria companheira ter quebrado o aparelho de DVD da casa em que viviam

Solange Spigliatti, estadão.com.br

04 Outubro 2011 | 10h57

SÃO PAULO - Rita de Cássia Batista Gonçalves, de 30 anos, foi presa em flagrante, na manhã de segunda-feira, no Ceará, logo depois de matar a facadas sua companheira, Renata da Silva, de 25 anos. O motivo do crime, segundo a polícia, foi Renata ter quebrado um aparelho de DVD.

O crime aconteceu no município de Crato, por volta das 10h30, na casa onde as duas moravam. Rita, que apresentava sinais de embriaguez, chegou a ligar para a irmã de Renata dizendo que estava com muita raiva e faria uma besteira.

A irmã da vítima, ao chegar ao local, encontrou Renata morta com 12 facadas, deitada na cama. Segundo informações da Delegacia de Defesa da Mulher, as duas companheiras brigavam muito ultimamente. Rita está presa na Cadeia Pública da cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.