Mulher é suspeita de espancar filho de 1 ano até a morte

O pequeno Nicolas Kevin de Jesus Queiroz, de 1 ano de idade, foi espancada até a morte na zona sul de São Paulo. A mãe, Luana Paula de Jesus, de 21 anos, é suspeita de ser a autora do crime. Ela deve ser autuada por homicídio doloso no 80º Distrito Policial, de Vila Joaniza. Na noite de segunda-feira, Luana levou o filho ao pronto-socorro Pedreira. Os médicos, depois de constatarem que o bebê tinha sangramento nasal e marcas de hematomas por todo o corpo, chamaram a polícia. Luana teria dito que as marcas tinham simplesmente aparecido.Parentes disseram que Luana é viciada em drogas e que vivia com Nicolas, com outra filha, de 2 anos, e com a prima, em péssimas condições de higiene, numa casa no Parque Ubirajara. Depois que Luana desapareceu por três semanas, a avó e duas tias de Nicolas resolveram levar o bebê para suas casas. No último sábado, Luana reapareceu na casa dos parentes e levou Nicolas de volta. A família não teve mais notícias do bebê até saber que ele havia morrido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.