Mulher é suspeita de matar marido na Barra

Deverá ser cremado hoje ou amanhã o corpo do engenheiro Renato Biasotto Mano Junior, de 52 anos, morto a facadas na manhã de sábado em seu apartamento, num condomínio de luxo na Barra da Tijuca. A principal suspeita é sua mulher, Alessandra Ramalho D?Ávila Nunes, de 35 anos, considerada foragida pela polícia desde sábado à noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.