Mulher mata o próprio irmão, após contratá-lo para executar ex-marido no Rio Grande do Sul

Para ficar com o seguro de vida do companheiro, a presa encomendou a morte do seu ex para o irmão assassinado e outro homem que participou do crime

estadão.com.br,

27 de dezembro de 2011 | 09h47

SÃO PAULO - Foi presa na segunda-feira, 27, em Cruz Alta, no Rio Grande do Sul, uma mulher de 42 anos acusada de matar o próprio irmão a golpes de faca. Em 1999, segundo a polícia, ela havia contratado este mesmo irmão para executar seu ex-marido e ficar com o dinheiro de seguro de vida, mas acabou presa.

A contratante estava em liberdade condicional. O irmão, que estava foragido e possui antecedentes criminais por ameaça contra a ex- mulher, foi até a casa da acusada, no Bairro do Sol, para cobrar o pagamento pelo crime encomendado e concluído há 12 anos. De acordo com a polícia, os dois discutiram e ela o matou a facadas.

A acusada foi encaminhada ao Presídio de Cruz Alta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.