Mulher morre após queda de estrutura em evento na Marina da Glória, no Rio

Adriana Ribeiro Porto, 60 anos, foi atingida por estrutura de metal na Feira Nacional da Agricultura Familiar

O Estado de S. Paulo - Texto atualizado às 21h10,

24 Novembro 2012 | 19h38

Uma pessoa morreu e três ficaram feridas na tarde deste sábado, 25, depois que uma estrutura de metal da Feira Nacional da Agricultura Familiar caiu sobre frequentadores do evento, que ocorre na Marina da Glória.

Adriana Ribeiro Porto, 60 anos, chegou a ser levada para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiu aos ferimentos. Um homem que não teve a identidade divulgada quebrou três costelas e seguia internado. Outros dois feridos foram liberados no fim da tarde.

De acordo com testemunhas, o vento forte foi a causa da queda da estrutura. A organização do evento esvaziou o local, retirando o público e expositores.

Em nota, a presidente Dilma Rousseff lamentou o acidente. Ela determinou que seja feita rigorosa apuração das causas da queda da estrutura. Segundo a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Dilma recebeu com tristeza a notícia, solidarizando-se com a família de Adriana. A presidente deseja aos demais acidentados o mais pronto restabelecimento.

Dilma foi informada pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, das providência que estão sendo tomadas para dar apoio às vítimas e suas famílias. Mais cedo, o Ministério do Desenvolvimento Agrário também divulgou nota lamentando o acidente.

 

Mais conteúdo sobre:
Marina da Glória

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.