Divulgação
Divulgação

Mulher morre após ser baleada na cabeça dentro de trem do metrô

Edilene Maria da Silva foi atingida depois que outro passageiro reagiu a um assalto na Linha Sul, nas proximidades da Estação Imbiribeira, no Recife

Monica Bernardes, Especial para o Estado

02 Dezembro 2016 | 10h23

RECIFE - Uma mulher de 39 anos morreu após ser atingida por um tiro dentro de um trem do metrô da capital pernambucana na noite desta quinta-feira, 1º. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Edilene Maria da Silva foi baleada na cabeça após um outro passageiro - ainda não identificado - reagir a um assalto, por volta das 21h30, quando a composição, que integra a Linha Sul, estava nas imediações da Estação Imbiribeira.

A vítima chegou a ser socorrida em uma unidade de saúde próxima, mas não resistiu aos ferimentos, que provocaram perda de massa encefálica e hemorragia de grande porte.

Segundo testemunhas ouvidas pela PRF, dois suspeitos anunciaram o assalto no interior do último vagão do trem.

"Os passageiros contaram que ouviram apenas um tiro e que esse disparo é que teria atingido a usuária. Eles disseram ainda que um dos homens estava armado e que o outro se preparava para fazer a coleta dos pertences dos passageiros", afirmou, em entrevista a uma rádio local, o policial ferroviário Nivaldo Lucena. "Quando eles estavam chegando à Estação da Imbiribeira, um homem levantou, deu voz de prisão e disparou."

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) já está fazendo a verificação das câmeras de segurança para identificar os envolvidos na ocorrência. O trem foi encaminhado para a Estação Recife para passar por perícia do Instituto de Criminalística.

O caso será registrado na Central de Flagrantes. A bolsa com os documentos e pertences da mulher não foi encontrada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.