Mulher morre em barraco que pega fogo

Uma mulher morreu vítima de um incêndio que destruiu o barraco onde dormia, na madrugada desta terça-feira, na ocupação do Jardim Itaguaçu, em Campinas, na região noroeste do Estado de São Paulo. Ela não havia sido identificada até a tarde desta terça.Moradores do bairro acionaram o Corpo de Bombeiros por volta das 2 horas, mas os bombeiros não puderam retirar a vítima do barraco, tomado pelas chamas.A polícia suspeita de que o fogo tenha sido provocado por uma vela acesa, mas a causa do incêndio será apurada pela perícia técnica. Os vizinhos disseram aos policiais que não conheciam a moradora do barraco.Na Vila Industrial, também em Campinas, a dona de casa Eleuza Pereira da Silva, de 39 anos, foi morta com golpes na cabeça, nesta terça-feira de manhã. A vítima morreu dentro de um cômodo dos fundos da casa em que morava. Seu corpo foi encontrado pela mãe, que havia saído para fazer compras em uma quitanda próxima.Nenhum suspeito havia sido detido até a tarde desta terça. A polícia também não havia encontrado o objeto usado para desferir os golpes na mulher. Segundo a mãe, a vítima vinha sendo ameaçada por um ex-namorado, um homem casado que seria pai do filho de um ano e meio de Eleuza. No momento do crime, o filho e um sobrinho adolescente dela estavam na casa da frente.

Agencia Estado,

26 de novembro de 2002 | 19h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.