Mulher morre no sambódromo do Rio de Janeiro

Uma mulher morreu de infarto quando desfilava neste sábado no sambódromo do Rio de Janeiro. Leda Batista, segundo funcionários do Hospital Souza Aguiar, chegou morta ontem à noite pouco após desmaiar na apresentação da escola de samba "Flor da Idade". A escola de samba, composta por idosos, abriu no sábado os desfiles do Grupo A do Rio, divisão de acesso ao Grupo Especial. O Corpo de Bombeiros prestou os primeiros socorros à mulher e a transferiu ao hospital, mas ela morreu durante o trajeto. Horas antes, durante o grande desfile popular promovido no centro do Rio de Janeiro pelo bloco "Cordão do Bola Preta", um homem identificado como Sergio Vera Cruz, de 52 anos, caiu do caminhão que transportava as equipes de som e sofreu lesões graves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.