Mulher morre soterrada com as duas filhas em Campos do Jordão

A dona de casa Amélia Santa Bueno, de 42 anos, e as duas filhas Elaine Cristina Bueno, de 18 anos, e Miriam Eliana Santa Bueno, de 16 anos, morreram soterradas na manhã desta segunda-feira em um deslizamento de terra em Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira. A chuva forte do domingo e desta manhã deixou o solo bastante encharcado. Em Campos do Jordão, há pelo menos cinco áreas com risco de deslizamentos, onde moram pelo menos 600 famílias. A casa onde moravam as vítimas foi construída irregularmente em uma área de risco, na Vila Paulista, e por causa do solo encharcado acabou tendo a estrutura abalada e um cômodo totalmente destruído. As vítimas estavam no quarto, que, por volta das 9h45, veio abaixo. Uma delas dormia.As três mulheres ficaram entre os escombros e um vizinho chamou por socorro. Por volta das 10 horas, quando os bombeiros conseguiram acessar o local, as moradoras já estavam mortas. A casa foi interditada pela Defesa Civil e técnicos da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas foram até o bairro para avaliar as condições das outras construções do local. "Esta casa deve ser demolida, estamos aguardando apenas o laudo final do IPT", informou o chefe da Defesa Civil do município, Eduardo Fondello.A polícia técnica também esteve na casa para dar início às investigações sobre o acidente. "Tudo indica que o local era impróprio para se construir uma casa. Para concluir o inquérito vamos contar com o laudo da Defesa Civil", informou o delegado Fernando Patto Xavier.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.