Mulher provoca aborto e abandona feto em estrada

A polícia de Bauru, interior de São Paulo, encontrou um feto de quatro meses dentro de uma caixa de sapatos jogada numa estrada. Patrícia Helena Ataliba, de 26 anos, foi presa em flagrante acusada de crime de aborto e levada a uma maternidade para ser submetida a exames. Ela confessou à polícia que praticou o aborto com ajuda do namorado, cujo nome não foi divulgado pela polícia. Ela disse que, por ser solteira e mãe de duas crianças, não teria condições de cuidar do bebê e contou com ajuda do namorado para comprar o remédio abortivo. Antes de jogar o bebê na estrada, Patrícia disse ter escondido a caixa de sapatos debaixo da cama, mas com a chegada da mãe, que estava viajando, teve de se desfazer do feto. A polícia de Bauru procura o namorado e pediu exames periciais para saber se o bebê estava vivo quando foi deixado na beira da estrada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.