Mulher que devolveu R$ 13 trilhões pode candidatar-se

A aposentada Alaíde Lima de Oliveira, de 49 anos, foi convidada para se candidatar a uma vaga na Assembléia Legislativa de são Paulo pelo PRTB.O convite partiu da direção do partido e do presidente nacional, José Levi Fidélis da Cruz.Alaíde ficou conhecida em todo País depois de devolver, em dezembro de 1992, a quantia de R$ 13 trilhões depositados em sua conta bancária por engano. "Fiquei conhecida como a senhora honestidade." Na época, Alaíde participou de vários programas de televisão."Fui reconhecida até em Goiás." Mãe de quatro filhos e avó, ela nunca participou de nenhuma eleição e diz que está empenhada em disputar o cargo de deputada estadual. "Sei que posso ajudar, conheço o que é ser pobre."A aposentada diz que já aceitou o convite e espera ter o apoio dos militantes do partido em São José dos Campos, onde mora, e de todo o Estado. "Na época em que devolvi o dinheiro ao banco muita gente falou para eu me candidatar, mas a oportunidade veio só agora", disse, satisfeita.

Agencia Estado,

26 de outubro de 2001 | 20h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.