Mulher se sente rejeitada e tenta capar marido

O caminhoneiro Natalino Machado, que mora no povoado de Eliseu, município de Lapão, a 478 quilômetros de Salvador, passou o maior sufoco no fim de semana, quando a mulher dele tentou capá-lo assim que ele manifestou o desejo de se separar.A mulher ofereceu a Machado um copo de suco com sonífero, e, quando ele adormeceu, deu um corte na parte de baixo do pênis da vítima, que foi atendida no hospital municipal da vizinha cidade de Irecê onde permanecia internado até a tarde desta segunda-feira.Para saber se ele estava efetivamente inconsciente, a mulher, armada com uma faca de cozinha, deu primeiro um "talho" na testa de Machado. Como o ferimento não o acordou, ela usou a faca para tentar cortar o órgão sexual do marido.Ao acordar Machado percebeu que estava ferido devido ao sangue que escorria por sua testa. Em seguida sentiu o corte no pênis, enquanto a mulher dizia: "Se você não pode ser meu, não será de ninguém".O caminhoneiro foi levado para o hospital de Irecê onde recebeu nove pontos no pênis. Ao ser procurado por policiais, preferiu não prestar queixa alegando que sua mulher estava "estressada". No entanto, a delegacia de Lapão abriu inquérito para apurar o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.