Mulher segue refém de ex-marido há 40 horas em Canoas (RS)

Policiais da Brigada Militar prosseguem negociando, por meio de contato por telefone celular, com vigilante

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

14 de fevereiro de 2010 | 13h06

Depois de quase 40 horas, Josiane Pontes, de 29 anos, permanecia por volta das 13 horas deste domingo (14), refém de seu ex-marido, o vigilante Rodrigo Luciano Luz, de 32 anos, em Canoas, região metropolitana de Porto Alegre (RS).

Policiais da Brigada Militar prosseguiam nas negociações, por meio do celular do vigilante. Segundo informações do major Eduardo Amorim, parentes estão agrupados em uma casa vizinha, entre eles a mãe do rapaz e uma irmã de Josiane. Segundo o major Amorim, neste sábado (13) os filhos do casal chegaram a conversar com o pai, pedindo que ele se entregasse, mas sem resultado.

De acordo com o major, durante as negociações, policiais conseguiram falar com Josiane, que se mostrou estar calma. Os policiais contam com o cansaço do ex-marido para que ele se entregue. Nem água nem luz foram cortados da casa, que continua cercada pelos policiais.

Mais conteúdo sobre:
refémCanoasviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.