Mulher tenta fraudar seguro e morre sem querer

A polícia de Sertãozinho, na região de Ribeirão Preto (SP), prendeu o casal Celso Luís Moreira e Vera Lúcia Aparecida da Silva, na noite de quarta-feira. A dupla é acusada de, em abril, ter provocado a morte da mãe de Vera Lúcia. Segundo Vera, sua mãe, Doraci, estava endividada e planejou ser atropelada para quebrar as pernas e receber um seguro de R$ 30 mil, que estava no nome da filha. No entanto, no atropelamento, a mulher morreu. O casal mudou-se para Sertãozinho e agora terá de responder pelos atos. O homem que atropelou Doraci, conhecido por Carlinhos, também tem mandado de prisão. Moreira foi para a Cadeia de Sertãozinho e Vera Lúcia para o Presídio Feminino de Pradópolis. Ambos devem ser transferidos para Andradina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.