Mulheres de presos encerram protesto

Cerca de 250 pessoas passaram 26 horas amontoadas em um pátio de 200 metros quadrados no 9º Distrito Policial, no Carandiru, zona norte. Às 17h de quinta-feira 70 mulheres, parentes dos 178 presos, se recusaram a deixar o local em protesto às más condições a que eles estariam sendo submetidos. A cadeia tem cinco celas, cada uma com capacidade para seis detentos. Três mulheres participaram das negociações com os rebelados. As conversas só evoluíram no final da tarde de ontem, quando o Grupo de Operações Especiais enviou nove viaturas ao local.Leia mais no site do JT

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.