MILTON MICHIDA/RICARDO ARAUJO/ESTADÃO
MILTON MICHIDA/RICARDO ARAUJO/ESTADÃO

Município no RN se prepara para festa de canonização

Anúncio surpreendeu o município de São Gonçalo do Amarante

Ricardo Araújo, Especial para O Estado

23 Março 2017 | 21h22

O anúncio da canonização do camponês Mateus Moreira que, segundo relatos históricos teve o coração arrancado pelas costas por soldados holandeses, surpreendeu o município de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal. 

A cidade, que tem hoje aproximadamente 100 mil habitantes, está em festa. O vice-prefeito, Eraldo Paiva (PT), descreveu a canonização como um presente para os munícipes. “Nós temos o principal monumento aos mártires e vamos preparar a cidade para o grande dia da canonização.” A expectativa dele é de que a cerimônia ocorra no mesmo dia dedicado aos novos santos, 3 de outubro, feriado no Rio Grande do Norte.

A aposentada Marleide Raimundo da Silva não conteve a emoção ao saber que Mateus Moreira será proclamado santo pelo Vaticano. “Sou muito devota, talvez por ter, como ele, origem no campo.”

Ao longo dos anos, os massacres de Cunhaú e Uruaçu foram contados de pai para filho e registrados por romanceiros populares, como dona Militana Salustino do Nascimento, antiga moradora de São Gonçalo do Amarante, e pelo etnógrafo Luís da Câmara Cascudo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.