Município retoma galeria cedida ao Masp no centro

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), revogou o decreto que há oito anos concedia a permissão de uso da Galeria Prestes Maia, no centro, ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). A decisão foi publicada na edição do dia 25 do Diário Oficial da Cidade. Em agosto, o Estado antecipou que a Prefeitura pretendia retomar a área. A medida atenderia a um desejo antigo da Secretaria Municipal de Cultura, que desde 2005 cobiça o espaço para expor parte das obras instaladas no Centro Cultural São Paulo. Em nota, a secretaria afirma que em janeiro vai analisar o local e verificar quais melhorias deverão ser feitas antes que o lugar possa receber os quadros. "A Prefeitura avalia que a importância desse retorno decorre de duas razões: a primeira é dar destinação pública a um espaço que ficou fechado por tantos anos e a segunda é a possibilidade de proporcionar uma exposição permanente das obras que compõem a Coleção de Arte da Cidade.""A decisão é unilateral e pegou a todos de surpresa", disse o Masp, em nota. O texto ainda frisa que o museu "vinha cumprindo regularmente o acordo feito com a Prefeitura" e a reforma do espaço "só não foi concluída ainda em razão de vazamento do Viaduto do Chá, que não pode ser corrigido por dentro da galeria". De acordo com a instituição, as obras já realizadas ali incluem a troca de todo o sistema hidráulico e elétrico, reforma do piso e instalação de elevador e equipamento de ar-condicionado, totalizando R$ 3 milhões.

Edison Veiga e Renato Machado, O Estadao de S.Paulo

31 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.