Muro de condomínio desaba na zona leste de SP

Moradores de um condomínio na Rua Araçasal, em Ermelino Matarazzo, na zona leste, foram acordados por volta das 2h da madrugada com um estrondo muito alto. Descobriram, então, que uma parte do muro de trás havia desmoronado, e que a terra de um barranco, que servia de arrimo, havia deslizado. Trata-se de um condomínio novo, com 11 blocos de 5 andares, com 4 apartamentos por andar. A maioria dos moradores mudou-se para lá há dois meses. Sua edificação esteve a cargo da construtora mineira Tenda, responsável pela edificação de centenas de prédios em Belo Horizonte e no interior de Minas Gerais. O funcionário do Tribunal de Justiça Roberto Lopes Monteiro, que reside no bloco 10, está preocupado, pois em seu prédio e no de número 11, os mais próximos de onde caiu o muro, há rachaduras no teto e no piso de vários apartamentos. "Nossa principal preocupação é que há uma quadra de esporte e um playground na parte de baixo do barranco, onde nossas crianças estão sempre brincando. Imagine se isso tivesse ocorrido durante o dia, quando elas estavam lá brincando. Seria uma tragédia", comenta Lopes.Outra preocupação dos moradores foi com relação aos postes de energia elétrica que ficaram abalados. Se houvesse a queda de um deles, provavelmente acabaria arrastando os demais. E o que fica em frente ao bloco 10 tem um transformador, que acabaria caindo no interior do prédio. Profissionais da Eletropaulo que estiveram no condomínio durante a madrugada afastaram esse risco. Funcionários da Sabesp também foram acionados, pois houve o rompimento de um duto de água. O problema foi sanado horas depois.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.