Nº recorde de roubo a cargas

O roubo de cargas no Estado atingiu um ápice histórico, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública. No terceiro trimestre deste ano foram registradas 1.724 ocorrências, ante 1.536 casos no mesmo período do ano passado. O aumento, de 12%, também é um dos maiores da história de São Paulo, que realiza o levantamento desde 2003, e ocorre logo após a restrição paulistana ao tráfego de caminhões.A capital paulista concentra, com folga, o maior número de roubos: 1.086, ou 66% do total. São quase 100 casos a mais do que os registrados no terceiro trimestre de 2007. Na Grande São Paulo, ocorreram 426 casos, 40 a mais do que no mesmo período do ano passado. Apenas no interior do Estado houve redução. Entre julho, agosto e setembro de 2007, foram registrados 227 roubos. Neste ano, houve 212, ou 7% a menos.Os últimos números divulgados sobre roubo de cargas têm como base o primeiro semestre deste ano. Naquele período ocorreram 3.096 casos em todo o Estado, e 58,6% dos roubos ocorreram dentro da capital, em áreas que concentram transportadoras e acessos a rodovias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.