Na 25 de Março, mais Zona Azul e bolsão para motos

Na região da 25 de Março, o plano da Prefeitura para reduzir os congestionamentos prevê bolsões de estacionamento para motociclistas e ampliação das vagas de Zona Azul. A CET aproveitou o mesmo pacote para anunciar a reposição de placas furtadas. Serão instalados 82 suportes com braço metálicos, mais altos, para evitar depredação. Os novos equipamentos foram colocados na primeira semana de abril, mas não coibiram a ação de ladrões de placas. Segundo a União dos Lojistas da Rua 25 de Março (Univinco), uma das sinalizações instaladas já foi furtada. "No mesmo dia em que são instaladas, os bandidos tiram o ferro e levam", comenta uma integrante da Univinco.As placas, além de informar as vagas já existentes de Zona Azul, indicam também as outras 160 recém-criadas. A sinalização está instalada há uma semana, mas, como no Itaim, as multas só serão aplicadas a partir de quarta-feira. A área para motociclistas passará de 20 para 120 vagas. Com as mudanças, a CET espera reduzir o congestionamentos no eixo Sul-Norte, porque os gargalos gerados na região da 25 Março afetam o trânsito até o Aeroporto de Congonhas. O presidente da Associação Brasileira de Monitoramente e Controle Eletrônico do Trânsito, Silvio Médici, considera limitado o efeito das medidas. Para ele, o pacote é de ações que naturalmente deveriam ser realizadas. "É um programa mais de marketing que de soluções."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.