Na caça a Dudu, policiais são encurralados

Em mais uma incursão no conjunto de favelas do Complexo do Alemão à procura do traficante Eduíno Eustáquio de Araújo Filho, o Dudu, líder do grupo de traficantes que tentou invadir a favela da Rocinha na Sexta-Feira Santa, policiais civis da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) ficaram encurralados por cerca de 30 minutos, na rua Guadalajara, após serem recebidos a tiros pelos bandidos.Os policiais averiguavam uma informação do Disque-Denúncia de que Dudu estaria escondido na favela Nova Brasília, pertencente ao Complexo do Alemão. Eles só conseguiram deixar o local após serem resgatados por policiais do Grupamento Tático Móvel (Getam). O confronto aconteceu três dias depois de a Polícia Civil ter encerrado as buscas ao traficante no local. Por seis dias, a área ficou ocupada, mas o esconderijo não foi descoberto. Segundo informações recebidas pela polícia na época das buscas, Dudu não estaria mais em nenhuma das 11 favelas do Complexo do Alemão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.