Na Páscoa, 562 presos que receberam indulto não voltaram

Dos 10.796 presos que receberam o indulto de Páscoa em São Paulo, 562 não retornaram ao presídio, segundo balanço realizado pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do Estado. O número representa 5,21% dos detentos que puderam sair temporariamente das prisões durante o feriado. O retorno ao sistema deveria ter acontecido até às 17 horas de terça-feira, 10. Durante o ano, a Justiça pode conceder ao preso do regime semi-aberto no máximo cinco saídas, não superiores a sete dias cada. Caso desrespeite o prazo, o detento passa a ser considerado foragido e perde o benefício do regime semi-aberto. Se recapturado, ele irá para o regime fechado. Alta tecnologia para celulares Na quarta-feira, 11, a SAP anunciou que vai adquirir equipamentos de "alta tecnologia" que serão utilizados em todos os presídios do Estado para evitar a entrada de celulares e armas. Primeiro chegarão, em cerca de 90 dias, 178 aparelhos de raios X . A secretaria informou que a aquisição de detectores de metais entrou em na fase de licitação. Em média 200 celulares são apreendidos por mês. Os aparelhos foram comprados com ajuda do Ministério da Justiça.

Agencia Estado,

12 Abril 2007 | 10h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.