Na Páscoa, 562 presos que receberam indulto não voltaram

Dos 10.796 presos que receberam o indulto de Páscoa em São Paulo, 562 não retornaram ao presídio, segundo balanço realizado pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do Estado. O número representa 5,21% dos detentos que puderam sair temporariamente das prisões durante o feriado. O retorno ao sistema deveria ter acontecido até às 17 horas de terça-feira, 10. Durante o ano, a Justiça pode conceder ao preso do regime semi-aberto no máximo cinco saídas, não superiores a sete dias cada. Caso desrespeite o prazo, o detento passa a ser considerado foragido e perde o benefício do regime semi-aberto. Se recapturado, ele irá para o regime fechado.Alta tecnologia para celularesNa quarta-feira, 11, a SAP anunciou que vai adquirir equipamentos de "alta tecnologia" que serão utilizados em todos os presídios do Estado para evitar a entrada de celulares e armas. Primeiro chegarão, em cerca de 90 dias, 178 aparelhos de raios X . A secretaria informou que a aquisição de detectores de metais entrou em na fase de licitação. Em média 200 celulares são apreendidos por mês. Os aparelhos foram comprados com ajuda do Ministério da Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.