Na região de Sorocaba, dois estão em prisão

A cadeia de Salto de Pirapora, na região de Sorocaba, abriga adolescentes em cela separada, mas no mesmo prédio, de presos adultos. Dois garotos apreendidos na segunda-feira sob acusação de envolvimento com tráfico de drogas estavam lá ontem. Segundo o delegado seccional Celso Araújo, a situação já esteve pior: a cela chegou a abrigar dez adolescentes. Os jovens ficam ali até o juiz da Vara da Infância e da Juventude informar, por meio de ofício, em qual unidade da Fundação Casa eles devem ser internados.A situação é mais complicada, segundo Araújo, quando meninas cometem infrações graves na região. Elas ficam detidas numa cela da Delegacia Participativa de Sorocaba, até que seja aberta uma vaga na Fundação Casa. A cela, de acordo com o delegado, não tem ventilação nem banheiro e as meninas não tomam banho de sol. Quando a garota precisa usar o banheiro, uma funcionária da delegacia tem de acompanhá-la. "Temos de providenciar refeições, atendimento, tudo o que elas precisam." A última a ficar ali, há um mês, foi uma garota de 16 anos acusada de tráfico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.