Na UTI, filho de Leonardo mostra evolução e aperta as mãos de familiares

Pedro Dantas também apresentou redução importante no edema cerebral e sedação foi diminuída

Rubens Santos, Especial para o Estado de S. Paulo

25 Abril 2012 | 19h06

GOIÂNIA - O cantor Pedro Leonardo Dantas Costa, de 24 anos, permanece internado, respirando com ajuda de aparelhos e em estado grave, no Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG). Mas está em franca evolução, e o maior sinal disso é que por volta das 18 horas recebeu a visita da tia Mariana, e do primo Thiago, e apertou a mão deles.

Pedro também apresentou uma redução importante no edema cerebral, o que resultou na retirada de um cateter intracaniano, reduziu a sedação. Não tem febre há 40 horas, mas respira por meio de aparelhos.

O cateter funciona como um monitor da pressão interna na calota cerebral, que abriga tecido cerebral, sangue e líquido cefalorraquidiano (LCR). E sua retirada abre espaço para a estabilidade do paciente, que também reagiu a uma crise renal após hemodiálise - a segunda esta semana. A partir da evolução no quadro clínico, ele será transferido para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, nessa semana.

Acidente. Pedro, filho do sertanejo Leonardo, faz dupla com o primo Thiago, filho de Leandro. O rapaz sofreu um acidente de carro por volta das 7h de sexta-feira, 20, na MGC-452, próxima a divisa entre Minas e Goiás. Após o resgate, já superou uma parada cardíaca, de seis minutos, na madrugada de domingo.

Mais conteúdo sobre:
Leonardo Pedro Dantas Goiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.