Na volta para casa, movimento nas estradas fica intenso

Os motoristas que preferiram retornar à Capital na tarde desta terça-feira, 20, começaram a encontrar, por volta das 16 horas, grande movimento de veículos nas estradas que ligam a capital ao interior e lentidão em alguns pontos nas rodovias que ligam a cidade ao litoral do Estado. No sistema Anchieta-Imigrantes, principal via de acesso ao litoral sul e à região de Santos, Praia Grande e Guarujá, o movimento era bastante intenso, com muita neblina prejudicando a visibilidade no topo de serra. Contudo, os motoristas não enfrentavam congestionamento. De acordo com a Ecovias, empresa que administra o sistema, na última hora, 7.635 veículos passaram pelas estradas com destino à São Paulo. Dos 503 mil veículos que desceram a serra rumo à Baixada Santista neste carnaval, 341 mil já retornaram. Desde às 9h30 desta terça, o sistema opera no esquema 2X8, pelo qual a subida é feita pelas pistas norte e sul da Imigrantes e pela pista norte da Anchieta. Para descer a serra, o motorista utiliza a pista sul da Via Anchieta. Nas outras estradas que cortam o município de São Paulo, por volta das 16 horas, o tráfego era intenso, porém sem pontos de lentidão. Na rodovia Padre Manoel da Nóbrega, o congestionamento seguia do km 292 ao 295. A movimentação era intensa também pela rodovia dos Tamoios, que tinha lentidão entre os kms 28 e 18. A rodovia Presidente Dutra tinha tráfego normal. Interior Já os motoristas que retornavam do interior do Estado não encontraram dificuldades. As rodovias Raposo Tavares e Castello Branco ainda registravam movimentação tranqüila, sem pontos de retenção, o mesmo acontecendo no complexo Anhangüera-Bandeirantes. A situação já era complicada na rodovia Régis Bittencourt, na região entre Miracatu e Juquitiba, onde a pista passa a ser única. O congestionamento estava entre os kms 369 e 372.

Agencia Estado,

20 Fevereiro 2007 | 16h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.