Namorada de Chediak reconhece suspeito

A cantora Sanny da Costa Alves, que acompanhava oprodutor musical Almir Chediak quando ele foi assassinado, reconheceu no fim da noitedesta segunda-feira o suspeito Generino Pedro da Silva como um dos dois homens que cometeram o crime. O suspeito havia raspado a barba e cortado o cabelo, mas Sanny o identificou.Segundo o delegado titular da 106ª Delegacia Policial, Clay Catão, que preside oinquérito, a cantora notou um ferimento em um dos dedos da mão direita de Silva, o queajudou no reconhecimento.Catão disse ainda que o suspeito acusou Roberto Carlos dos Prazeres, o Robertinho ? supostamente caseiro de um sítio vizinho à casa de Chediak ?de ser o autor dos tiros que mataram o produtor musical.Ainda segundo a versão deSilva, apresentada ao delegado, os dois teriam combinado o assalto, mas Robertinhodecidiu matar Chediak porque este o teria reconhecido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.