Namorada de Lorde será submetida a reconhecimento

O delegado Luiz Alberto Andrade, titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, disse que ainda é cedo para afirmar que Brenda Lizer dos Santos Silva, de 19 anos, participou do ataque ao ônibus 350 em novembro do ano passado. A jovem se apresentou à polícia no final da madrugada de ontem e está prestando depoimento na DRE. O delegado afirmou que Brenda somente será apresentada como uma das autoras do crime se for reconhecida hoje à tarde por vítimas do ataque e pela menor detida pela polícia, que confessou ter participado do incêndio do ônibus ao lado de Brenda. A menor já se confundiu ao identificar Sabrina Marques como Brenda há quase um mês, provocando a prisão equivocada da jovem. A advogada de Brenda, Glaudinéia Soares, disse que Brenda não está presa formalmente, já que não há uma mandado de prisão específico no nome dela, por causa da confusão em torno de Sabrina. Glaudinéia vai pedir que sua cliente responda ao inquérito em liberdade e sustenta que a jovem estava num churrasco no momento do crime e que tem testemunhas. O namorado de Brenda, o traficante Anderson Gonçalves dos Santos, o Lorde, também está preso na DRE, acusado de ser o mandante do crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.