Naná Vasconcelos abre o carnaval do Recife

O percussionista pernambucano Naná Vasconcelos abre nesta sexta-feira, às 19 horas, o carnaval do Recife, no Marco Zero, no bairro do Recife Antigo, regendo cerca de 400 batuqueiros de 11 maracatus de baque virado e a orquestra de sopros da cidade. O concerto terá a participação dos cantores Jorge du Peixe (da banda Nação Zumbi), Edilza, Virgínia Rodrigues e Claudionor Germano, um dos homenageados do carnaval deste ano. A partir daí, a festa, que está nas ruas desde o início da semana, se torna oficial. Reconhecido internacionalmente, Naná foi considerado oito vezes o melhor percussionista do mundo pela revista norte-americana Downbeat. Sua experiência de cinco anos à frente de grande número de batuqueiros no carnaval do Recife o credenciou a ser escolhido para diretor artístico de um espetáculo de rua, o Batuque das Américas, durante a inauguração do Miami Performing Arts Center, em outubro, em Miami (EUA). Ele vai reger batuqueiros de todo o continente americano. Em Olinda, cidade vizinha, que além de patrimônio da humanidade, detém, neste ano, o título de primeira capital nacional da cultura, a abertura oficial do carnaval acontece hoje. O anfitrião é o Homem da Meia-Noite, o mais antigo boneco gigante da cidade, criado em 1919. Alceu Valença, Selma do Côco, e Quinteto Violado integravam o time de artistas que iria animar a folia, com muito frevo. Pela manhã o ritmo já havia tomado conta da cidade, durante a lavagem de suas ladeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.