Não há mais dúvidas que destroços são de avião da Air France, diz Jobim

O ministro da Defesa, Nelson Jobim afirmou, em entrevista coletiva no Windsor, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, que o avião Hércules da Força Aérea Brasileira, identificou diversos materiais que compõem uma aeronave (fios e metais) em uma faixa de cinco quilômetros de extensão. Assim, segundo ele, não há mais dúvidas que se trata do Airbus que desapareceu nas proximidades da costa brasileira. Jobim disse que já solicitou ao Ministério das Relações Exteriores que comunique ao governo francês que o governo brasileiro vai começar as buscas dos corpos. Os corpos devem ser encaminhados para Recife.

02 de junho de 2009 | 17h29

 

De acordo com o ministro, as investigações ficam sob responsabilidade do governo na qual a aeronave foi registrada, no caso, a França. O Brasil ficará responsável pela busca de corpos e destroços.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.