Não há mais focos de incêndio no prédio da Eletrobrás

O Corpo de Bombeiros informou esta manhã que o trabalho de rescaldo no edifício da Eletrobrás, que pegou fogo ontem no centro do Rio de Janeiro, está praticamente terminado. Vinte bombeiros permanecem no interior do prédio, mas já não há focos de incêndio, nem fumaça.Os funcionários da empresa que subiram até o nono andar do prédio incendiado contaram ao descer que apesar de alguns andares terem sido destruídos, outros ficaram "como se nada tivesse acontecido".O gerente de Relações com Investidores da empresa, Arlindo Castanheira, relatou que subiu no prédio ao lado até o décimo sexto andar, onde há uma ligação com o edifício da Eletrobrás. Nesta passagem, ele viu muita água, vidro, fuligem e sujeira. Ele então desceu pelas escadas do edifício da Eletrobrás até o nono andar. "A escada parecia uma cachoeira. Na minha sala, no entanto, está tudo como foi deixado antes do carnaval", disse. Castanheira resgatou arquivos com dados de investimentos e processos.Por volta das 11h30, peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli chegaram ao local para fazer o trabalho de perícia que constará do inquérito policial sobre o incêndio.Leia maisIncêndio destrói parte de prédio no centro do RioParte do prédio da Eletrobrás pode desabarFalta de água atrapalha serviço dos bombeiros no RioSetenta soldados combatem incêndio no RioPrédio do Rio foi reformado e tem brigada de incêndioIncêndio no prédio da Eletrobrás está controladoHá risco de a parte externa do prédio da Eletrobrás desabar?Com resfriamento, concreto fica fragilizado?, diz Crea-RJFogo pode ter começado em condicionador de arSecretário de Defesa Civil não vê risco de desabamentoEngenheiros descartam colapso de prédio da EletrobrásRecomeça o fogo no prédio da EletrobrásExplosão aumenta o fogo no prédio da EletrobrásCombate ao fogo na Eletrobrás deve continuar à noitePrejuízo da Eletrobrás pode chegar a R$ 3 milhõesDefesa Civil inspeciona prédio da Eletrobrás

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.