Navio africano chega com cinco clandestinos mortos

Cinco de seis clandestinos que embarcaram em umcargueiro africano em Serra Leoa, com destino ao Porto de Santos, morreram asfixiados durante a viagem. Segundo informações fornecidas pelo comandante da embarcação, que comunicou o fato à Polícia Federal, na tarde desta segunda-feira, os seis homens teriam embarcado clandestinamente nomomento em que era feito um embarque de açúcar. O grupo estaria escondido em um compartimento pequeno e só foi descoberto pela tripulação quando o navio se encontrava em alto-mar. O cargueiro de bandeira panamenha estava sendo aguardado em Santos na noite de ontem. Mas não deveria atracar no Porto de Santos. A embarcação terá de passar por um processo de desinfecção e por uma perícia. O sobrevivente e a tripulação também terão de ser vacinadas contra a febre amarela, pelo fato do navio ser procedente de uma região onde há registro da doença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.