Navio mercante de Antígua recolhe peça do Airbus

Parte foi encontrada em um ponto distante 415 km a noroeste do arquipélago de São Pedro e São Paulo

13 de junho de 2009 | 18h38

Um navio mercante Gammagas, de bandeira antiguana, resgatou parte da estrutura do Airbus da Air France, que caiu no Oceano Atlântico no último dia 31 com 228 pessoas a bordo. A informação é do Comando da Aeronáutica e da Marinha do Brasil durante coletiva na noite deste sábado, 13. Segundo a coletiva, outros destroços e corpos não foram localizados. Até o momento, 50 corpos foram resgatados.

 

Veja também:

lista Todas as notícias sobre o Voo 447

videoSubmarino francês no resgate à caixa-preta

video Vídeo: Operação de resgate

especialEspecial: Os desaparecidos do voo 447

especial Especial: Passo a passo do voo 447

mais imagens Galeria de fotos: buscas do Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: buscas da FAB pelo Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: homenagem às vítimas

blog Blog: histórias de quem quase embarcou

especialCronologia das tragédias da aviação brasileira

especialCronologia dos piores acidentes aéreos do mundo 

 

O navio mercante fazia o trajeto Uruguai - Reino Unido e localizou a parte da estrutura da aeronave em um ponto distante 415 quilômetros a noroeste do arquipélago de São Pedro e São Paulo. A peça será entregue às autoridades francesas, que conduzem as investigações do acidente.

 

O mau tempo neste sábado obrigou a Aeronáutica a recolher as aeronaves que trabalhavam nas buscas às vítimas do Voo 447. A Fragata Constituição chegará na manhã deste domingo, 14, ao Porto do Recife (PE), onde irá descarregar destroços e objetos pessoais recolhidos na área de busca.

 

Durante a passagem da Fragata Constituição nas proximidades de Fernando de Noronha, um helicóptero H-60 Blackhawk, da Força Aérea Brasileira, recolheu os três corpos que estavam no navio, transportando-os até o arquipélago para a realização dos exames periciais iniciais.

 

Na tarde deste sábado, outros 21 corpos que estavam no arquipélago chegaram à Base Aérea do Recife e seguiram para o Instituto Médico Legal (IML) da capital pernambucana. Os corpos que ainda estão em Fernando de Noronha serão transportados nos próximos dias.

 

O brigadeiro Ramon Cardoso informou ainda que embaixador da França segue para o Recife neste domingo, onde manterá uma reunião com o pessoal do Cindacta 3. A reunião está prevista para às 15h30 do próprio domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.