Naya consegue valer seu habeas-corpus e é solto

O empresário Sérgio Naya saiu há pouco da carceragem da Polinter, no Ponto Zero, onde estava preso há 120 dias por falsificação de documento público. O alvará de soltura foi concedido na noite de ontem pelos desembargadores da 5.ª Câmara Criminal, mas o diretor da Polinter, responsável pelo Ponto Zero, delegado Rodolfo Waldeck, dizia que o habeas-corpus era referente a um processo por falsificação de documentos na 34.ª Vara Criminal e não a outros dois decretos de prisão, um emitido pela 9.ª Vara e Criminal e o outro também pela 34.ª Vara CriminalO Ministério Público informou que vai recorrer da decisão. ?É prioridade mantê-lo preso, sob pena de ele escapar da Justiça, uma vez que foi capturado quando tentava deixar o Brasil?, disse o promotor Rodrigo Terra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.