Naya diz que ia buscar dinheiro para pagar vítimas do Palace 2

O empresário e ex-deputado federal Sérgio Naya - preso pela Polícia Federal na madrugada desta segunda-feira, em Porto Alegre, quando tentava embarcar para Montevidéu ? afirmou que não estava fugindo do País, mas que iria ao exterior negociar uma operação financeira para pagar vítimas do edifício Palace 2, que desabou em 1998, no Rio de Janeiro. "Eu ia pegar um empréstimo de US$ 5 milhões para pagar esse pessoal aí", afirmou Naya, na única frase que disse aos repórteres.Naya tinha contra ele um mandado de prisão, assinado pelo juiz da 34ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Cairo Ítalo França David, na sexta-feira (15 de março), que não citava os motivos pelos quais devia ser detido. Soube-se depois, pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, que ele é acusado de falsificar documentos de venda de uma fazenda em Minas Gerais. O empresário deverá ser transferido para o Rio de Janeiro nesta terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.