Neblina pára o aeroporto de Cumbica pelo segundo dia

Pelo segundo dia consecutivo, uma forte neblina interrompeu na manhã deste domingo, 25, as operações de pouso e decolagem no aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos. O aeroporto ficou interditado das 5h20 às 8h16 e parte dos pousos foi remanejado para o aeroporto de Viracopos, enquanto que as operações de decolagem foram remarcadas. Em conseqüência, 13 vôos internacionais tiveram que ser desviados para os aeroportos de Viracopos, em Campinas, e para o Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro. Pelo menos 21 pousos e 10 partidas acabaram atrasando. Embora o nevoeiro tenha se dissipado, ainda há reflexos da interrupção do funcionamento do aeroporto.Às 13h ainda havia atrasos tanto nas partidas como nas chegadas. Três decolagens nacionais estavam com atraso médio de uma hora e meia. Outros quatro vôos registram atraso de três horas. Quanto às saídas internacionais, um vôo estava atrasado por cinco horas e outros três, com uma hora e meia de atraso. Segundo a Infraero, duas aterrissagens estavam com atraso médio de cinco horas. No sábado, 24, o aeroporto ficou fechado por cinco horas durante a madrugada devido a um forte nevoeiro. Segundo a Infraero, 50 vôos foram desviados, o que refletiu em outros aeroportos do país.De acordo com a empresa Climatempo, a alta umidade do ar e a queda de temperatura durante a madrugada favorecem a formação de nevoeiro em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Agencia Estado,

25 de março de 2007 | 13h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.