Nem a esquina das Avenidas Ipiranga e São João escapa

A cracolândia avança lentamente para a esquina mais famosa da cidade: o cruzamento das Avenidas Ipiranga e São João. O número de usuários nessa região ainda é considerado pequeno, mas suficiente para fazer vítimas. "Semana passada tivemos uma funcionária atacada com uma barra de ferro por um viciado. Ele nem quis o dinheiro dela. Só atacou porque estava drogado", disse o gerente do tradicional Bar Brahma, Ricardo Bensemana. O taxista João Batista Sodré, que fica nas imediações, disse que está com receio de trabalhar na região. "Quem é de fora fica assustado quando vê essas pessoas em bando. A cena é deprimente."

LEANDRO CALIXTO, O Estadao de S.Paulo

11 Julho 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.