Nem vai ser transferido para presídio de segurança máxima no MS

Acusado de chefiar o tráfico na favela da Rocinha, no Rio, deve ser levado para Campo Grande no sábado

Solange Spigliatti, estadão.com.br

18 Novembro 2011 | 15h03

SÃO PAULO - O traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, acusado de chefiar o tráfico de drogas na Rocinha, na zona sul do Rio, deve ser transferido neste sábado, 19, para o para o Presídio Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

O pedido foi feito pelo Tribunal de Justiça do Rio e autorizado pela Justiça Federal. Segundo o presidente do TJRJ, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos, Nem não pode ficar no Estado.

Nem e Anderson Rosa Mendonça, o Coelho, Valquir Garcia dos Santos, o Carré, e Flávio Melo dos Santos também serão transferidos. Os quatro serão transportados em avião da Polícia Federal.

Mais conteúdo sobre:
Nem transferência MS Rocinha tráfico Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.