Niemeyer lança projeto para o Ibirapuera

O arquiteto Oscar Niemeyer participou nesta quinta-feira, ao lado da prefeita Marta Suplicy (PT), do lançamento do seu projeto, que dará uma nova área de lazer e espetáculos ao Parque do Ibirapuera. Também estiveram no parque executivos da Telecom Itália, empresa telefônica que financiará a obra - avaliada em cerca de R$ 10 milhões.Os grandes shows da Praça da Paz serão transferidos para uma área gramada de 20 mil metros. Essa área se estenderá diante de um novo pavilhão, que deve começar a ser construído no fim de janeiro. O prédio servirá ao mesmo tempo como auditório, para apresentações fechadas, e como palco, para shows ao ar livre.O auditório - um enorme triângulo branco - ficará próximo da Oca e do portão número 2, na Avenida Pedro Álvares Cabral, bem em frente do Obelisco. A construção já estava prevista na fundação do Ibirapuera, há 50 anos, mas nunca foi executada. "O projeto já existia com a mesma intensidade, mas nós o fizemos de novo, mais simples. Antigamente, era suspenso. Nós o colocamos no chão para tornar a obra mais exeqüível", disse Niemeyer.Segundo a secretária municipal do Meio Ambiente, Stela Goldstein, o fim dos shows na Praça da Paz acaba com as reclamações de moradores das imediações e reserva a metade da área onde está a praça para lazer.Com o auditório, o Ibirapuera ganhará também uma entrada principal. Entre a Oca e o auditório haverá a extensão da marquise, formando uma esplanada de acesso ao parque. Stela disse que a expectativa é de que a obra fique pronta em menos de um ano, a partir de janeiro. Em 2004, quando São Paulo completa 450 anos, um dos principais cartões-postais já deverá estar com seu perfil renovado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.