Niterói ganha placas à semelhança de Paris

A cidade de Niterói, antiga capital do Estado do Rio, ganha ares parisienses. A prefeitura está trocando 300 placas tradicionais de sinalização do trânsito por placas iluminadas, nos moldes de Paris. É a primeira cidade da América Latina a ter sinalização semelhante à da capital francesa. A mudança do mobiliário urbano inclui ainda banheiros públicos automatizados, lixeiras seletivas, abrigos e pontos de ônibus, além de tótens de bens culturais e monumentos históricos inspirados na obra de Oscar Niemeyer."A cidade já está marcada pela presença de Niemeyer com o Museu de Arte Contemporânea", explicou o arquiteto Henock de Almeida, autor da remodelação do mobiliário de Niterói. Almeida pesquisou a sinalização de cidades como Nova York, Washington e Londres antes de decidir o design das placas. "Paris tem a melhor sinalização do mundo", afirmou o arquiteto.Almeida fez algumas adaptações nas placa de sinalização, fabricadas pela empresa francesa Signature. Uma das modificações foi a cor escolhida para o poste de luz - verde-mar. "O predomínio da cor verde tem a ver com as praias que cercam a cidade", disse. As placas obedecem ao Código Nacional de Trânsito - verdes para indicações de trânsito, azuis quando apontam para prédios públicos e monumentos, e brancas com letras pretas para frases de educação do trânsito. O primeiro poste com a nova placa foi instalado na Praia de Icaraí e chama a atenção quando a luz é acesa. Também serão importados de Paris banheiros públicos automatizados. Um computador interno calcula o peso da pessoa que vai usar o sanitário a fim de evitar que crianças sozinhas entrem no banheiro, e identifica - pela ausência de peso - que o lugar foi desocupado. Após esse processo é iniciado um processo autolimpante: o chão é varrido e desinfetantes são passados no piso e no vaso sanitário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.