Nível de represa baixa e pode haver racionamento em SP

A Represa de Itupararanga, que abastece Sorocaba e outras seis cidades da região, atingiu hoje o nível mais baixo dos últimos quatro anos por causa da estiagem que atinge a região. O manancial está com 38% da sua capacidade de armazenamento e o sol forte dos últimos dias aumentou a perda de água por evaporação. Em alguns pontos, a água afastou-se mais de 100 metros das margens. Os serviços de abastecimento de Sorocaba e Votorantim, que utilizam água da represa para abastecer cerca de 500 mil pessoas, já realizam campanhas contra o desperdício. A situação é mais grave em Votorantim, pois a Represa de Cubatão, outro manancial usado para abastecimento, está praticamente seca. O Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE) não descarta a possibilidade de adotar o rodízio no abastecimento de alguns bairros caso se confirme a previsão de estiagem nas próximas semanas. Em Itu, os 150 mil habitantes convivem com o racionamento desde a última segunda-feira. O abastecimento está sendo suspenso seis horas por dia em toda a cidade, através de rodízio.A prefeitura adotou a medida alegando falta de recursos para a compra de produtos usados no tratamento da água, mas o níveldos reservatórios também preocupa. Na Represa do Itaim, a captação vem sofrendo interrupções por falta de água.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.