Nível do Rio Acre subiu 1 centímetro a cada três horas nos últimos dias

Nove municípios decretaram situação de emergência

Solange Spigliatti,

23 Fevereiro 2012 | 12h00

SÃO PAULO - O nível do Rio Acre subiu 1 centímetro a cada três horas nos últimos dias, atingindo 17,48 metros. É a segunda maior cheia registrada desde 1997, mas é o maior desastre enfrentado pelo Estado em termos de população afetada. No total, nove municípios decretaram situação de emergência.

Segundo a Secretaria Nacional de Defesa Civil, a tendência é que o nível do Rio Acre continue a subir de maneira gradual, especialmente na capital, Rio Branco.

Moradores de áreas alagadas começaram a receber cestas básicas com alimentos e galões de água potável. Homens da Força Nacional de Segurança estão nas localidades atingidas ajudando no resgate.

A estimativa é que mais de 60 mil pessoas tenham sido afetadas - 40 mil delas apenas em Rio Branco. Mais de 7 mil estão desabrigadas e cerca de 15 mil casas foram alagadas.

A chuva deve continuar hoje (23) no estado, de acordo com Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). As informações são da Agência Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.