No AM, júri absolve comandante de barco

O comandante do barco Comandante Sales, Luis Alves Sales, foi absolvido ontem em júri popular da acusação de ter causado naufrágio em maio do ano passado, quando morreram 48 pessoas. O barco com 150 pessoas a bordo naufragou no Rio Solimões, perto de Manacapuru, a 170 km de Manaus. Luis Sales, que estava preso desde maio, confessou na ocasião que tinha bebido cerveja enquanto comandava o barco. Ele não tinha habilitação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.