No camarote, Suzana Vieira diz estar de bem com o marido

A atriz Suzana Vieira chegou ao camarote da Brahma na Marquês de Sapucaí acompanhada pelo marido, o policial militar Marcelo Silva. Em breve entrevista, a atriz afirmou que nunca esteve brigada com Marcelo, que foi preso em dezembro após agredir a mulher que o acompanhava em um motel do Rio. Suzana confirmou que a Grande Rio, escola para qual já foi madrinha da bateria, tentou dissuadi-la de ir ao camarote da Brahma porque a agremiação é patrocinada por outra cervejaria. Além de Suzana, o cantor Zeca Pagodinho é uma das celebridades que mais chama a atenção entre os vários famosos que já chegaram ao camarote para assistir ao primeiro dia de desfile das escolas de samba do Grupo Especial. Também disputam lugar na varanda do camarote o ator Ney Latorraca e o casal Alexandre Borges e Júlia Lemmertz, que irão desfilar pela Mangueira. O camarote tem atrações como roda de samba e uma sala do Spa Maria Bonita. A atriz Regiane Alves e o ator Caco Ciocler, ambos da novela Páginas da vida, deverão leiloar beijos para ajudar o Retiro dos Artistas. Também está no camarote o ator francês Vincent Cassel, que atuou com a esposa Monica Bellucci no polêmico Irreversível, do diretor Gaspar Noé. Ao chegar para o carnaval, Cassel disse que estava animado para o ver carnaval do Rio. Mas não são apenas artistas que fazem a festa no camarote da Brahma. Animados com o carnaval, os ginastas Diego e Daniele Hipólito contaram que não poderão se esbaldar na folia porque terão de enfrentar treino da Seleção Brasileira de Ginástica Olímpica nesta segunda-feira, 19. Também na segunda, eles devem entrar na passarela, desfilando pela Portela. Os ginastas farão acrobacias e alguns exercícios no Sambódromo. Já a jornalista e atriz Marilia Gabriela contou que foi convidada para desfilar na ala da diretoria da escola Grande Rio. Segundo ela, por conta deste convite, a Grande Rio é agora a escola do seu coração.

Agencia Estado,

18 Fevereiro 2007 | 23h43

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.